sábado, 19 de dezembro de 2015

Força Aérea de Israel deixa de operar o A-4 Skyhawk


48 anos depois do primeiro McDonnell Douglas A-4 Skyhawk ter aterrado em Israel, as comemorações desse momento foram marcadas também pela retirada oficial destes veteranos do ar, com a última missão do Skyhawk na Força Aérea de Israel.

O A-4 Skyhawk deixou de efectuar missões operacionais à cerca de 2 anos e desde então limitou-se ao treino e formação de novos pilotos para a Força Aérea.

"Pilotos do Skyhawk marcaram grandes momentos na historia do combate aéreo", referiu o Comandante da Força Aérea Amir Eshel, " Muitos dos objectivos atingidos foram o resultado da combinação entre este pequeno avião e a destreza de grandes pilotos" e por fim destacou "Quando uma porta se fecha, logo outra se abre" referindo-se directamente à chagada antecipada do novo F-35.

Ao todo 263 Skyhawk foram adquiridos por Israel, durante a Guerra "Yom Kippur" as tripulações do Skyhawk descolaram para efectuarem mais de 1000 missões operacionais na frente Sul, em Maio de 1970 um Skyhawk abateu 2 Mig-17 no Líbano, um com rockets e o outro a tiro de canhão.

A cerimonia de despedida oficial da retirada do A-4 Skyhawk realizou-se no passado dia 13 de Dezembro na base aérea de Hatzehrim. 
Creditos nas fotos; Link ynetnews















































48 anos depois do primeiro McDonnell Douglas A-4 Skyhawk ter aterrado em Israel, as comemorações desse momento foram marcadas também pela retirada oficial destes veteranos do ar, com a última missão do Skyhawk na Força Aérea de Israel.

O A-4 Skyhawk deixou de efectuar missões operacionais à cerca de 2 anos e desde então limitou-se ao treino e formação de novos pilotos para a Força Aérea.

"Pilotos do Skyhawk marcaram grandes momentos na historia do combate aéreo", referiu o Comandante da Força Aérea Amir Eshel, " Muitos dos objectivos atingidos foram o resultado da combinação entre este pequeno avião e a destreza de grandes pilotos" e por fim destacou "Quando uma porta se fecha, logo outra se abre" referindo-se directamente à chagada antecipada do novo F-35.

Ao todo 263 Skyhawk foram adquiridos por Israel, durante a Guerra "Yom Kippur" as tripulações do Skyhawk descolaram para efectuarem mais de 1000 missões operacionais na frente Sul, em Maio de 1970 um Skyhawk abateu 2 Mig-17 no Líbano, um com rockets e o outro a tiro de canhão.

A cerimonia de despedida oficial da retirada do A-4 Skyhawk realizou-se no passado dia 13 de Dezembro na base aérea de Hatzehrim. 
Creditos nas fotos; Link ynetnews














































Sem comentários:

Publicar um comentário