sábado, 23 de maio de 2015

Acidente com T-45C Goshawk da US Navy

Um avião militar saiu da pista após a aterragem e despenhou-se na Baía de San Diego sexta-feira dia 22 de Maio pelas 02:00. O piloto ejectou-se e apenas foi ao hospital por precaução.
O avião, um T-45C Goshawk, pertencia à esquadra de treino VT-9 e o acidente ocorreu quando o piloto realizava um treino de rotina na preparação para a aterragem em Porta Aviões.
Esta esquadra é usada para treino dos pilotos dos Marines e da Marinha dos Estados Unidos.
Fotos: US Navy e Flight Herald. Link Acidente T-46C


























Um avião militar saiu da pista após a aterragem e despenhou-se na Baía de San Diego sexta-feira dia 22 de Maio pelas 02:00. O piloto ejectou-se e apenas foi ao hospital por precaução.
O avião, um T-45C Goshawk, pertencia à esquadra de treino VT-9 e o acidente ocorreu quando o piloto realizava um treino de rotina na preparação para a aterragem em Porta Aviões.
Esta esquadra é usada para treino dos pilotos dos Marines e da Marinha dos Estados Unidos.
Fotos: US Navy e Flight Herald. Link Acidente T-46C


























sexta-feira, 22 de maio de 2015

Feliz Aniversário Chipmunk - 69 anos a voar

Desenhado para suceder ao Tiger Moth, o Chipmunk voou pela primeira vez em Downsview, Toronto no dia 22 de maio de 1946. Embora o desigh tenha sido desenvolvido pela De Havilland Aircraft of Canadá Ltd, o seu principal designer foi um polaco, Wsiewolod Jakimiuk. O prototipo tinha um motor de 108 Kw ( 145 hp ) De Havilland Gipsy Major 1C.
Em Portugal, com o objectivo de modernizar a instrução de voo a aeronáutica militar substitui os velhos Tiger Moth por 10 Chipmunks que vieram para Portugal em 1951 e em 1952 com o nascimento da FAP, os Chipmunk fazem a transição para a Força Aérea Portuguesa. Também em 1952 as OGMA começam sob licença a construção de 66 unidades em que a ultima saiu da linha de montagem em 13 de Fevereiro de 1961.
Em 1956 os Chipmunk são transferidos para São Jacinto para a Esquadra de Pilotagem onde mantém a missão até 1989, no entanto entre estas datas alguns foram colocados em diversas Base Aéreas em Portugal para em 1989 serem transferidos para a BA1 Sintra onde foram desactivados entrando ao serviço os actuais Epsilon. Alguns foram cedidos a vários Aeroclubes e 7 foram entregues à Academia da Força Aérea com o objectivo de rebocar planadores e estes 7 foram recentemente remotorizados com motores Lycoming de 180 cv com 4 cilindros horizontais arrefecidos a ar.
O Chipmunk mais conhecido em Portugal é o do Museu Aéro Fénix, pertence ao Cmdt J. Munkelt Gonçalves, é habitual a sua presença em festivais aéreos onde nos delicia com as suas capacidades de performance e demosntração aérea. Tive o previlégio de por mais do que uma vez efectuar uns voos por Santarém e que eu com este contributo pretendo também aqui homenagear e agradecer. Muito mais mais haveria para dizer sobre o Chipmunk, mas vou ficar por aqui. Fiquem bem. Jorge Ruivo





























Desenhado para suceder ao Tiger Moth, o Chipmunk voou pela primeira vez em Downsview, Toronto no dia 22 de maio de 1946. Embora o desigh tenha sido desenvolvido pela De Havilland Aircraft of Canadá Ltd, o seu principal designer foi um polaco, Wsiewolod Jakimiuk. O prototipo tinha um motor de 108 Kw ( 145 hp ) De Havilland Gipsy Major 1C.
Em Portugal, com o objectivo de modernizar a instrução de voo a aeronáutica militar substitui os velhos Tiger Moth por 10 Chipmunks que vieram para Portugal em 1951 e em 1952 com o nascimento da FAP, os Chipmunk fazem a transição para a Força Aérea Portuguesa. Também em 1952 as OGMA começam sob licença a construção de 66 unidades em que a ultima saiu da linha de montagem em 13 de Fevereiro de 1961.
Em 1956 os Chipmunk são transferidos para São Jacinto para a Esquadra de Pilotagem onde mantém a missão até 1989, no entanto entre estas datas alguns foram colocados em diversas Base Aéreas em Portugal para em 1989 serem transferidos para a BA1 Sintra onde foram desactivados entrando ao serviço os actuais Epsilon. Alguns foram cedidos a vários Aeroclubes e 7 foram entregues à Academia da Força Aérea com o objectivo de rebocar planadores e estes 7 foram recentemente remotorizados com motores Lycoming de 180 cv com 4 cilindros horizontais arrefecidos a ar.
O Chipmunk mais conhecido em Portugal é o do Museu Aéro Fénix, pertence ao Cmdt J. Munkelt Gonçalves, é habitual a sua presença em festivais aéreos onde nos delicia com as suas capacidades de performance e demosntração aérea. Tive o previlégio de por mais do que uma vez efectuar uns voos por Santarém e que eu com este contributo pretendo também aqui homenagear e agradecer. Muito mais mais haveria para dizer sobre o Chipmunk, mas vou ficar por aqui. Fiquem bem. Jorge Ruivo





























quarta-feira, 20 de maio de 2015

JAS-39D Gripen da Hungria sai de pista após aterragem

Ontem pelas 13:40 ocorreu um acidente com um JAS-39D Gripen da Força Aérea Húngara na base aérea de Caslav. Com o call sigh PUMA 66 o Gripen vinha para o exercício Lion Effort 2015 que está a decorrer nessa Base Aérea e durante a aterragem já em plena pista os pilotos ejectaram-se tendo o Gripen rolado para fora da pista ficando bastante danificado.
Lion Effort é um exercício militar que se realiza de três em três e reúne as Forças Aéreas que operam o caça JAS-39 Gripen, este ano organizado pela Republica Checa, estão presentes também os Gripen suecos e Húngaros, a Tailandia apenas se fez representar com observadores e estará previsto a África do Sul participar no próximo que se realizará em 2018.
De acordo com o aviation safety.o Gripen acidentado foi o 42, pertencente à Esquadra 211 que é uma esquadra Tiger, habitualmente presente nos Tigermeet e aqui ficam umas fotos do Gripen bilugar em questão, presente no Tigermeet de 2010 que se realizou em Volkel.


























Ontem pelas 13:40 ocorreu um acidente com um JAS-39D Gripen da Força Aérea Húngara na base aérea de Caslav. Com o call sigh PUMA 66 o Gripen vinha para o exercício Lion Effort 2015 que está a decorrer nessa Base Aérea e durante a aterragem já em plena pista os pilotos ejectaram-se tendo o Gripen rolado para fora da pista ficando bastante danificado.
Lion Effort é um exercício militar que se realiza de três em três e reúne as Forças Aéreas que operam o caça JAS-39 Gripen, este ano organizado pela Republica Checa, estão presentes também os Gripen suecos e Húngaros, a Tailandia apenas se fez representar com observadores e estará previsto a África do Sul participar no próximo que se realizará em 2018.
De acordo com o aviation safety.o Gripen acidentado foi o 42, pertencente à Esquadra 211 que é uma esquadra Tiger, habitualmente presente nos Tigermeet e aqui ficam umas fotos do Gripen bilugar em questão, presente no Tigermeet de 2010 que se realizou em Volkel.


























quarta-feira, 13 de maio de 2015

Perda de um F/A 18 Super Hornet no Golfo Pérsico

A Marinha dos Estados Unidos confirma a perda de um dos seus aviões no Golfo Pérsico e que os dois pilotos conseguiram ejectar-se e foram recuperados pelas equipas de busca e salvamento sem ferimentos graves. O F/A-18 Super Hornet caiu pouco depois de descolar do Porta Aviões USS Theodore Roosevelt, na passada terça-feira, que está a operar no Golfo. 
Os dois pilotos foram recuperados pelas equipas de busca e salvamento do Porta Aviões.O F/A-18 Super Hornet pertencia ao Strike Fighter Squadron 211, baseados em Oceana, Virginia e que estão actualmente em destacamento no Golfo a bordo do USS Theodore Roosevelt.
Fonte e Foto: US Navy





















A Marinha dos Estados Unidos confirma a perda de um dos seus aviões no Golfo Pérsico e que os dois pilotos conseguiram ejectar-se e foram recuperados pelas equipas de busca e salvamento sem ferimentos graves. O F/A-18 Super Hornet caiu pouco depois de descolar do Porta Aviões USS Theodore Roosevelt, na passada terça-feira, que está a operar no Golfo. 
Os dois pilotos foram recuperados pelas equipas de busca e salvamento do Porta Aviões.O F/A-18 Super Hornet pertencia ao Strike Fighter Squadron 211, baseados em Oceana, Virginia e que estão actualmente em destacamento no Golfo a bordo do USS Theodore Roosevelt.
Fonte e Foto: US Navy





















segunda-feira, 11 de maio de 2015

Queda de um F-16C de Marrocos no Yemen

As Forças Armadas Marroquinas confirmam a perda de um dos seus F-16C que participava numa missão de combate no Yemen, ontem dia 10 de Maio. Os destroços foram encontrados hoje, perto de Nushoor, Saada, mas por enquanto não há noticias confirmadas sobre o seu piloto.
Apoiados pelos Estados Unidos, composta por vários países onde se inclui Marrocos com 6 F-16C e liderada pela Arábia Saudita, está a realizar ataques aéreos contra os rebeldes Houthi e Unidades leais ao ex-presidente desde 26 Março com o objectivo de restaurar o governo do presidente Abd-Rabbu Mansour Hadi.
De acordo com um comunicado das Forças Armadas Marroquinas, o piloto de um segundo F-16 da mesma esquadra não conseguiu detectar se o piloto do F-16 que se despenhou se tenha ejectado. Mais uma noticia trágica da aviação num fim de semana que infelizmente contou com outro grave acidente em Espanha. 
Fonte: F-16net; Fotos do farmaroc.com 



































As Forças Armadas Marroquinas confirmam a perda de um dos seus F-16C que participava numa missão de combate no Yemen, ontem dia 10 de Maio. Os destroços foram encontrados hoje, perto de Nushoor, Saada, mas por enquanto não há noticias confirmadas sobre o seu piloto.
Apoiados pelos Estados Unidos, composta por vários países onde se inclui Marrocos com 6 F-16C e liderada pela Arábia Saudita, está a realizar ataques aéreos contra os rebeldes Houthi e Unidades leais ao ex-presidente desde 26 Março com o objectivo de restaurar o governo do presidente Abd-Rabbu Mansour Hadi.
De acordo com um comunicado das Forças Armadas Marroquinas, o piloto de um segundo F-16 da mesma esquadra não conseguiu detectar se o piloto do F-16 que se despenhou se tenha ejectado. Mais uma noticia trágica da aviação num fim de semana que infelizmente contou com outro grave acidente em Espanha. 
Fonte: F-16net; Fotos do farmaroc.com 



































domingo, 10 de maio de 2015

Thracian Eagle 2015


Os 12 F-15C Eagles da National Guard americana, que estiveram em Abril na Holanda onde participaram no exercicio Frasian Flag, deixaram no passado dia 7 a base aérea de Leeuwarden com destino à base aérea Graf Ingnatievo na Bulgária, juntando-se assim a mais 6 F-15 Eagles que já lá estavam. 
A mudança já tina sido anunciada em Abril, este contingente militar faz parte do Theater Security Package ( TSP ) que vão ficar estacionados pela Europa por mais 5 meses e juntos formam o 159th Expeditionary Fighter Squadron constituído por militares da Air Natianal Guard da Flórida, California, Massachusetts e Oregon.
As forças americanas estacionadas na Bulgária estão actualmente integradas no Thracian Eagle, conjuntamente com os Mig-29 Fulcrum e os Su-25 Frogfoot, estão a treinar missões conjuntas de combate aéreo e defesa de misseis anti-aéreos com o objectivo de melhorar a interoperabilidade com a Bulgária e manter a prontidão conjunta com os aliados da NATO.
As fotos são das duas esquadras durante o Frisian Flag 2015. Fiquem bem. Jorge Ruivo







































Os 12 F-15C Eagles da National Guard americana, que estiveram em Abril na Holanda onde participaram no exercicio Frasian Flag, deixaram no passado dia 7 a base aérea de Leeuwarden com destino à base aérea Graf Ingnatievo na Bulgária, juntando-se assim a mais 6 F-15 Eagles que já lá estavam. 
A mudança já tina sido anunciada em Abril, este contingente militar faz parte do Theater Security Package ( TSP ) que vão ficar estacionados pela Europa por mais 5 meses e juntos formam o 159th Expeditionary Fighter Squadron constituído por militares da Air Natianal Guard da Flórida, California, Massachusetts e Oregon.
As forças americanas estacionadas na Bulgária estão actualmente integradas no Thracian Eagle, conjuntamente com os Mig-29 Fulcrum e os Su-25 Frogfoot, estão a treinar missões conjuntas de combate aéreo e defesa de misseis anti-aéreos com o objectivo de melhorar a interoperabilidade com a Bulgária e manter a prontidão conjunta com os aliados da NATO.
As fotos são das duas esquadras durante o Frisian Flag 2015. Fiquem bem. Jorge Ruivo






































sábado, 9 de maio de 2015

Acidente com A-400M

Um avião militar Airbus A-400M caiu hoje perto do Aeroporto de Sevilha em Espanha. Durante a sua descolagem o A-400M efectuou uma curva acentuada à esquerda e numa tentativa de regressar de imediato ao aeroporto ocorreu a queda. Dia trágico para a aviação e de lamentar a perda de vidas humanas.Que descansem em paz. Tratava-se de um voo de teste.
A foto que partilho foi tirada no RIAT 2014 durante uma demonstração de performance do A-400M.
Mais informações:  Breaking News: A-400M Crash

flightradar24
























Um avião militar Airbus A-400M caiu hoje perto do Aeroporto de Sevilha em Espanha. Durante a sua descolagem o A-400M efectuou uma curva acentuada à esquerda e numa tentativa de regressar de imediato ao aeroporto ocorreu a queda. Dia trágico para a aviação e de lamentar a perda de vidas humanas.Que descansem em paz. Tratava-se de um voo de teste.
A foto que partilho foi tirada no RIAT 2014 durante uma demonstração de performance do A-400M.
Mais informações:  Breaking News: A-400M Crash

flightradar24