sábado, 27 de agosto de 2016

F-16AM * Foto do dia


F-16 AM da Força Aérea Portuguesa a descolar em máximo afterburn para cumprir mais uma missão de treino, a operar a partir da Base Aérea de Monte Real onde equipam as Esquadras 201 Falcões e 301 Jaguares. E é já no próximo dia 18 de Setembro que a base abre ao público para nos podermos deliciar com estas aeronaves. Fiquem bem. Jorge Ruivo




















































F-16 AM da Força Aérea Portuguesa a descolar em máximo afterburn para cumprir mais uma missão de treino, a operar a partir da Base Aérea de Monte Real onde equipam as Esquadras 201 Falcões e 301 Jaguares. E é já no próximo dia 18 de Setembro que a base abre ao público para nos podermos deliciar com estas aeronaves. Fiquem bem. Jorge Ruivo



















































domingo, 21 de agosto de 2016

B-1B Lancer * Foto do dia


B-1B Lancer. mais conhecido por Bone, é um dos 3 bombardeiros estratégicos dos Estados Unidos. Aqui numa descolagem em Fairford durante o Royal International Air Tatoo. onde se podem observar os 4 motores em full afterburn. 
Fiquem bem. Jorge Ruivo





































B-1B Lancer. mais conhecido por Bone, é um dos 3 bombardeiros estratégicos dos Estados Unidos. Aqui numa descolagem em Fairford durante o Royal International Air Tatoo. onde se podem observar os 4 motores em full afterburn. 
Fiquem bem. Jorge Ruivo




































quinta-feira, 18 de agosto de 2016

B-1, B-2 e B-52 da "Mighty Eight" juntos no Pacifico


Um B-52 Stratofortress, um B-1 Lancer e ainda um B-2 Spirit na mesma foto. Foi a primeira vez na história que que os 3 grandes bombardeiros estratégicos dos Estados Unidos estiveram lado a lado na linha de voo e isso aconteceu no passado dia 10 de Agosto na Base Aérea de Andersen em Guam.


A região da Ásia e Pacifico não é novidade para os bombardeiros americanos, dado que os Estados Unidos têm mantido a presença através de destacamentos no Pacifico para permitir a segurança e estabilidade nessa zona estratégica para os americanos.


Para sustentar esta presença a "Eighth Air Force Bomber", mais conhecida pela "Mighty Eighth", fornece os bombardeiros e os militares para apoiar as parecerias aliadas conjuntas na região.


Quando os B-2s foram destacados para Guam no inicio de Agosto, já os B-52 e B-1 estavam a operar a partir da mesma base, originando assim um facto histórico com a presença simultâneos dos 3 bombardeiros estratégicos. 


Os 3 bombardeiros realizaram operações militares simultâneas de treino na área do Comando do Pacifico dos Estados Unidos. O B-1 Lancer chegou para substituir o B-52 em apoio às operações durante o mês de Agosto, regressando após longo período, e para colocar em pratica a sua longa experiência em operações reais operadas no Iraque e Afeganistão. 


O destacamento dos B-2 Spirit irá realizar missões locais, os membros do 509th Bomb Wing vão treinar missões de comando e controlo, missões de reabastecimento aéreo, navegação de longo alcance co o objectivo de melhorar a interoperabilidade com as forças militares aliadas.



As fotos além de espectaculares ficam para a história da aviação pelo momento histórico que foi o facto dos 3 bombardeiros estratégicos americanos pela primeira vez operarem a partir da mesma base. Fiquem bem. Jorge Ruivo
Fonte e fotos: U. S. Air Force


















































































Um B-52 Stratofortress, um B-1 Lancer e ainda um B-2 Spirit na mesma foto. Foi a primeira vez na história que que os 3 grandes bombardeiros estratégicos dos Estados Unidos estiveram lado a lado na linha de voo e isso aconteceu no passado dia 10 de Agosto na Base Aérea de Andersen em Guam.


A região da Ásia e Pacifico não é novidade para os bombardeiros americanos, dado que os Estados Unidos têm mantido a presença através de destacamentos no Pacifico para permitir a segurança e estabilidade nessa zona estratégica para os americanos.


Para sustentar esta presença a "Eighth Air Force Bomber", mais conhecida pela "Mighty Eighth", fornece os bombardeiros e os militares para apoiar as parecerias aliadas conjuntas na região.


Quando os B-2s foram destacados para Guam no inicio de Agosto, já os B-52 e B-1 estavam a operar a partir da mesma base, originando assim um facto histórico com a presença simultâneos dos 3 bombardeiros estratégicos. 


Os 3 bombardeiros realizaram operações militares simultâneas de treino na área do Comando do Pacifico dos Estados Unidos. O B-1 Lancer chegou para substituir o B-52 em apoio às operações durante o mês de Agosto, regressando após longo período, e para colocar em pratica a sua longa experiência em operações reais operadas no Iraque e Afeganistão. 


O destacamento dos B-2 Spirit irá realizar missões locais, os membros do 509th Bomb Wing vão treinar missões de comando e controlo, missões de reabastecimento aéreo, navegação de longo alcance co o objectivo de melhorar a interoperabilidade com as forças militares aliadas.



As fotos além de espectaculares ficam para a história da aviação pelo momento histórico que foi o facto dos 3 bombardeiros estratégicos americanos pela primeira vez operarem a partir da mesma base. Fiquem bem. Jorge Ruivo
Fonte e fotos: U. S. Air Force

















































































segunda-feira, 15 de agosto de 2016

F-16 AM * Foto do dia


F-16AM Fighting Falcon. Uma plataforma militar com mais de 40 anos, que está no seu auge em termos operacionais e ao serviço de muitas forças aéreas espalhados por todo o globo. É sempre um previlégio encontrá-lo lá por cima. Fiquem bem. Jorge Ruivo





















































F-16AM Fighting Falcon. Uma plataforma militar com mais de 40 anos, que está no seu auge em termos operacionais e ao serviço de muitas forças aéreas espalhados por todo o globo. É sempre um previlégio encontrá-lo lá por cima. Fiquem bem. Jorge Ruivo




















































sábado, 13 de agosto de 2016

Chipmunk Soris * Imagem do dia


Inicio hoje no CannonTwo uma forma de partilhar as minhas fotos com todos os entusiastas e amantes da aviação através do meu blog. Um voo de formação em Santarém com uma luminosidade espectacular. Eu ia com o José Costa no G-CHPI e no "Soris" ia o Munkelt com o Paulo Antunes.
Fiquem bem. Jorge Ruivo











































Inicio hoje no CannonTwo uma forma de partilhar as minhas fotos com todos os entusiastas e amantes da aviação através do meu blog. Um voo de formação em Santarém com uma luminosidade espectacular. Eu ia com o José Costa no G-CHPI e no "Soris" ia o Munkelt com o Paulo Antunes.
Fiquem bem. Jorge Ruivo










































segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Bombardeiros Estratégicos americanos participam no Polar Roar


Um B-52 Stratofortress do 2nd Bomb Wing da base aérea de Barksdale e dois B-52 do 5th Bomb Wing da base aérea de Minot acompanhados por 2 B-2 Spirit da 509th Bomb Wing da base aérea de Whiteman estão a realizar voos simultâneos sem paragens dos Estados Unidos para o mar Báltico, em torno do Polo Norte e Alaska e ainda sobre o Oceano Pacifico. 


Durante a missão Polar Roar, as tripulações estão a reforçar a sua interoperabilidade com os principais aliados e parceiros através da realização de formação de intercepção aos aviões NORAD por caças da Força Aérea do Canadá, Estados Unidos,caças pertencentes aos países europeus que integram a NATO.


Polar Roar tem como objectivo testar a capacidade dos bombardeiros dos Estados Unidos para efectuar um ataque global de longo alcance mas oferece também a oportunidade única e importante para treinar as capacidades de defesa aérea dos aliados e seus parceiros
Fonte: Polar Roar






















































Um B-52 Stratofortress do 2nd Bomb Wing da base aérea de Barksdale e dois B-52 do 5th Bomb Wing da base aérea de Minot acompanhados por 2 B-2 Spirit da 509th Bomb Wing da base aérea de Whiteman estão a realizar voos simultâneos sem paragens dos Estados Unidos para o mar Báltico, em torno do Polo Norte e Alaska e ainda sobre o Oceano Pacifico. 


Durante a missão Polar Roar, as tripulações estão a reforçar a sua interoperabilidade com os principais aliados e parceiros através da realização de formação de intercepção aos aviões NORAD por caças da Força Aérea do Canadá, Estados Unidos,caças pertencentes aos países europeus que integram a NATO.


Polar Roar tem como objectivo testar a capacidade dos bombardeiros dos Estados Unidos para efectuar um ataque global de longo alcance mas oferece também a oportunidade única e importante para treinar as capacidades de defesa aérea dos aliados e seus parceiros
Fonte: Polar Roar





















































domingo, 31 de julho de 2016

F-86F Sabre da FAP deixou de voar à 36 anos


Faz hoje precisamente 36 anos que o F-86F Sabre efectuou o ultimo voo para cumprir a ultima missão operacional ao serviço da Força Aérea Portuguesa.
O ultimo voo foi realizado no dia 31 de Julho de 1980 na Base Aérea nº5 de Monte Real tornando-se a Força Aérea o ultimo utilizador deste avião no âmbito das forças da NATO.


Eu tinha 14 anos e estava num acampamento de férias do Agrupamento 36 da Marinha Grande como escuteiro e lembro de os ver passar numa formação com os Fiat G-91.
Saudosos tempos onde iniciei esta paixão pela aviação militar através da fotografia ainda a preto e branco.
Fonte: Facebook Força Aérea Portuguesa





























































Faz hoje precisamente 36 anos que o F-86F Sabre efectuou o ultimo voo para cumprir a ultima missão operacional ao serviço da Força Aérea Portuguesa.
O ultimo voo foi realizado no dia 31 de Julho de 1980 na Base Aérea nº5 de Monte Real tornando-se a Força Aérea o ultimo utilizador deste avião no âmbito das forças da NATO.


Eu tinha 14 anos e estava num acampamento de férias do Agrupamento 36 da Marinha Grande como escuteiro e lembro de os ver passar numa formação com os Fiat G-91.
Saudosos tempos onde iniciei esta paixão pela aviação militar através da fotografia ainda a preto e branco.
Fonte: Facebook Força Aérea Portuguesa