segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

KC-46 Pegasus


 A Boeing e a Força Aérea dos Estados Unidos concluíram com sucesso o primeiro voo do programa de testes do novo reabastecedor aéreo KC-46. O avião, um Boeing 767-2C descolou de Paine Field ás 09:29 e aterrou no complexo aeronáutico da Boeing três horas e trinta e dois minutos mais tarde onde vai receber diverso equipamento e sistemas militares transformando-o no KC-46 Pegasus.


O KC-46 é um reabastecedor aéreo multi-funções de fuselagem larga que pretende revolucionar a mobilidade aérea. Conseguirá reabastecer todas as aeronaves americanas, das forças dos aliados compatíveis com os procedimentos internacionais de reabastecimento aéreo, em qualquer momento e em qualquer missão. 

A entrega do primeiro KC-46 Pegasus está previsto para 2017 de uma encomenda de 179 para substituir os KC-135 Stratotanker e melhora também as capacidades para transportar carga ou passageiros se necessário e terá equipamento de auto-defesa para poder operar em segurança em ambientes de ameaça média.
Fonte: Boeing ; Fotos Boeing
Fiquem bem Jorge Ruivo


 A Boeing e a Força Aérea dos Estados Unidos concluíram com sucesso o primeiro voo do programa de testes do novo reabastecedor aéreo KC-46. O avião, um Boeing 767-2C descolou de Paine Field ás 09:29 e aterrou no complexo aeronáutico da Boeing três horas e trinta e dois minutos mais tarde onde vai receber diverso equipamento e sistemas militares transformando-o no KC-46 Pegasus.


O KC-46 é um reabastecedor aéreo multi-funções de fuselagem larga que pretende revolucionar a mobilidade aérea. Conseguirá reabastecer todas as aeronaves americanas, das forças dos aliados compatíveis com os procedimentos internacionais de reabastecimento aéreo, em qualquer momento e em qualquer missão. 

A entrega do primeiro KC-46 Pegasus está previsto para 2017 de uma encomenda de 179 para substituir os KC-135 Stratotanker e melhora também as capacidades para transportar carga ou passageiros se necessário e terá equipamento de auto-defesa para poder operar em segurança em ambientes de ameaça média.
Fonte: Boeing ; Fotos Boeing
Fiquem bem Jorge Ruivo

Sem comentários:

Publicar um comentário