sábado, 29 de junho de 2019

67º Aniversário da Força Aérea Portuguesa.


Hoje a Base Aérea 5 de Monte Real voltou a encher-se de público para assistirem ao festival aéreo comemorativo dos 67 anos da Força Aérea Portuguesa.



Motivos não faltaram para que este sábado todos os caminhos fossem dar a Monte Real, mais propriamente à Base Aérea. 



Estiveram presentes no evento como convidadas, as Patrulhas Acrobáticas Aspa de Espanha e a La March Vert que veio de Marrocos. A Yak Stars foi a Patrulha civil portuguesa presente e que é composta por 3 Yak-52.



A nível nacional podemos referir que o novo helicóptero Koala foi a atracçao, por estar presente num aniversário FAP pela primeira vez. O Koala foi recentemente adquirido com o objetivo de substituir o já "cansado" Alouete III a operar à mais de 50 anos na Força Aérea Portuguesa,
Uma formação conjunta de um Koala com um Alouette III e ainda o EH-101 dificilmente se deverá repetir num evento como o de hoje,

Os anfitriões F-16A/BM mostraram aos presentes diversas manobras tacticas através de um Mass Atack, simulando um ataque à Base Aérea. As suas capacidades e a sua potencia ficaram bem demonstradas nas diversas passagens efetuadas.



Evoluíram ainda um C-130 Hercules da Esquadra 501 Bisontes e um C-295 da Esquadra 502 Elefantes. Os F-16 AM fizeram ainda umas passagens com um Falcon da Esquadra 504 Linces. 



O EH-101 Merlin da Esquadra 751 teve a missão de efetuar diversas manobras na sua  demonstração de busca e salvamento. 



Hoje estiveram também abertos ao publico as diversas áreas militares que se complementam com o objetivo de que os F-16 mantenham todos os índices de operacionalidade de forma a cumprir com a missão que lhes está destinada que é defender os céus nacionais.



A exposição estática composta por quase todas as aeronaves a operar pela FAP foi também um motivo para que os presentes pudessem visitar, conhecer por dentro e com a ajuda dos militares presentes, conhecer um pouco melhor da missão de cada uma.



Este texto já está um pouco extenso, mas não queria de deixar o meu agradecimento à Força Aérea Portuguesa por mais este evento e aguardar pelo próximo que será em 15 de Setembro na Base Aérea de Monte Real. Até lá, fiquem bem, Jorge Ruivo
  























































































Hoje a Base Aérea 5 de Monte Real voltou a encher-se de público para assistirem ao festival aéreo comemorativo dos 67 anos da Força Aérea Portuguesa.



Motivos não faltaram para que este sábado todos os caminhos fossem dar a Monte Real, mais propriamente à Base Aérea. 



Estiveram presentes no evento como convidadas, as Patrulhas Acrobáticas Aspa de Espanha e a La March Vert que veio de Marrocos. A Yak Stars foi a Patrulha civil portuguesa presente e que é composta por 3 Yak-52.



A nível nacional podemos referir que o novo helicóptero Koala foi a atracçao, por estar presente num aniversário FAP pela primeira vez. O Koala foi recentemente adquirido com o objetivo de substituir o já "cansado" Alouete III a operar à mais de 50 anos na Força Aérea Portuguesa,
Uma formação conjunta de um Koala com um Alouette III e ainda o EH-101 dificilmente se deverá repetir num evento como o de hoje,

Os anfitriões F-16A/BM mostraram aos presentes diversas manobras tacticas através de um Mass Atack, simulando um ataque à Base Aérea. As suas capacidades e a sua potencia ficaram bem demonstradas nas diversas passagens efetuadas.



Evoluíram ainda um C-130 Hercules da Esquadra 501 Bisontes e um C-295 da Esquadra 502 Elefantes. Os F-16 AM fizeram ainda umas passagens com um Falcon da Esquadra 504 Linces. 



O EH-101 Merlin da Esquadra 751 teve a missão de efetuar diversas manobras na sua  demonstração de busca e salvamento. 



Hoje estiveram também abertos ao publico as diversas áreas militares que se complementam com o objetivo de que os F-16 mantenham todos os índices de operacionalidade de forma a cumprir com a missão que lhes está destinada que é defender os céus nacionais.



A exposição estática composta por quase todas as aeronaves a operar pela FAP foi também um motivo para que os presentes pudessem visitar, conhecer por dentro e com a ajuda dos militares presentes, conhecer um pouco melhor da missão de cada uma.



Este texto já está um pouco extenso, mas não queria de deixar o meu agradecimento à Força Aérea Portuguesa por mais este evento e aguardar pelo próximo que será em 15 de Setembro na Base Aérea de Monte Real. Até lá, fiquem bem, Jorge Ruivo
  






















































































Sem comentários:

Publicar um comentário