terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Linces comemoram 31 anos // Esquadra 504


Foi há precisamente 31 anos que nasceu a Esquadra 504 Linces da Força Aérea Portuguesa, no dia 12 de Janeiro de 1985 e foi criada para apoiar missões com um carácter de âmbito civil com a aquisição de 3 Falcon 20. Os Linces têm como missão principal executar operações de transporte aéreo especial, geralmente transporte de altas individualidades da Nação e em representação do Estado e como missão secundária executar voos de verificação de rádio ajudas à navegação.


Paralelamente a estas missões, a Esquadra 504 executa missões de âmbito humanitário, ou seja mais concretamente o transporte de órgãos humanos para transplante e evacuações sanitárias. Actualmente a Esquadra está a operar o Falcon 50 em destacamento permanente no Aeródromo de Manobra nº1 em Figo Maduro com um grau de prontidão bastante elevado, sem estarem de alerta.


O Falcon 50 é um tri-reactor capaz de percorrer distancias na ordem dos 5.500 km sem e efectuar qualquer escala técnica para reabastecimento e veio substituir os Falcon 20 que voaram até 2005. Estas características são vitais para a execução deste tipo de missões de âmbito humanitário, especialmente o transporte de órgãos humanos onde o factor tempo e distância são preponderantes para o seu sucesso, por isso a Força Aérea Portuguesa está de parabéns, todos os Linces, nesta missão tão nobre que é o de salvar vidas humanas.

Foto FAP

Aqui fica o meu contributo para este marco tão importante com 3 fotos do Falcon, especialmente para elevar o facto de se tratar de uma Esquadra onde a Força Aérea Portuguesa contribui fortemente em missões de carácter humanitário e meus caros se avistarem um Falcon 50 com a Cruz de Cristo, podem muito bem estar a voar para salvar mais uma vida humana. 



































Foi há precisamente 31 anos que nasceu a Esquadra 504 Linces da Força Aérea Portuguesa, no dia 12 de Janeiro de 1985 e foi criada para apoiar missões com um carácter de âmbito civil com a aquisição de 3 Falcon 20. Os Linces têm como missão principal executar operações de transporte aéreo especial, geralmente transporte de altas individualidades da Nação e em representação do Estado e como missão secundária executar voos de verificação de rádio ajudas à navegação.


Paralelamente a estas missões, a Esquadra 504 executa missões de âmbito humanitário, ou seja mais concretamente o transporte de órgãos humanos para transplante e evacuações sanitárias. Actualmente a Esquadra está a operar o Falcon 50 em destacamento permanente no Aeródromo de Manobra nº1 em Figo Maduro com um grau de prontidão bastante elevado, sem estarem de alerta.


O Falcon 50 é um tri-reactor capaz de percorrer distancias na ordem dos 5.500 km sem e efectuar qualquer escala técnica para reabastecimento e veio substituir os Falcon 20 que voaram até 2005. Estas características são vitais para a execução deste tipo de missões de âmbito humanitário, especialmente o transporte de órgãos humanos onde o factor tempo e distância são preponderantes para o seu sucesso, por isso a Força Aérea Portuguesa está de parabéns, todos os Linces, nesta missão tão nobre que é o de salvar vidas humanas.

Foto FAP

Aqui fica o meu contributo para este marco tão importante com 3 fotos do Falcon, especialmente para elevar o facto de se tratar de uma Esquadra onde a Força Aérea Portuguesa contribui fortemente em missões de carácter humanitário e meus caros se avistarem um Falcon 50 com a Cruz de Cristo, podem muito bem estar a voar para salvar mais uma vida humana. 


































Sem comentários:

Publicar um comentário