sábado, 4 de maio de 2013

GRANDEX 13 - Queda F-16 na Marinha Grande


"Durante a recuperação de 2 F-16, após mais uma missão cumprida,  eis que um bando de aves aparece na rota de um dos F-16,  a colisão foi inevitável devido à grande quantidade de pássaros. A aeronave perde motor e fica bastante danificada com os embates, o piloto ao deparar-se com esta emergência verifica que está precisamente por cima de uma povoação. Concluí que a perda da aeronave será uma realidade, no entanto consegue ainda manobrar o F-16 para um local aberto onde os danos causados serão menores, só então executa a ejecção. O F-16 despenha-se no Parque da Cerca na Marinha Grande, local onde algumas pessoas desfrutam de uma bela

manhã de sol, mas a tragédia é inevitável". Esta podia ser uma história trágica para a população da Marinha Grande, mas na realidade tratou-se apenas de um exercício, o GRANDEX 13, uma simulação de queda de uma aeronave militar, F-16, em meio urbano. O GRANDEX 13 é o primeiro exercício à escala real para testar procedimentos definidos no Plano Municipal de Emergência de Protecção Civil, que será coordenado pelo Serviço Municipal de Protecção Civil e que envolverá 16 serviços e agentes, de âmbito municipal, distrital e regional.O cenário do GRANDEX '13 simulará a queda de uma aeronave militar, F-16, em meio urbano e incluirá também outros acidentes que acontecerão na sequência da queda dessa aeronave, tais como acidentes rodoviários, pessoas feridas e/ou em pânico.
O cenério foi criado, a população aderiu ao evento, com bastantes marinhenses logo de manhã curiosos por ouvir tantas sirenes de ambulância, no parque da Cerca estavam espalhados diversas unidades dos bombeiros e protecção civil onde estavam os feridos, uma aeronave Fiat G 91 esteve montada no local bem como algumas carcaças de viaturas velhas simulando também um acidente com automóveis.
A Marinha Grande fica próximo da base aérea de Monte Real, os F-16 passam próximo, por isso o que se simulou hoje aqui serviu para a Câmara Municipal testar os procedimentos do Plano Municipal de Emergência de protecção civil, abordando o risco de um acidente aéreo, avaliar a estrutura municipal e os restantes agentes de protecção civil com responsabilidade de actuação no município.
Em Janeiro de 2008 estive presente numa realidade desta, a queda de um F-16 nas proximidades da Base Aérea de Monte Real, felizmente a habilidade do piloto resultou na queda do F-16 no Pinhal de Leiria, sem vitimas, mas não sabemos o dia de amanhã e é bom tentarmos estar preparados.
 
As entidades intervenientes no exercício:
Base Aérea nº 5 - Monte Real

Bombeiros Municipais de Leiria
Bombeiros Voluntários da Batalha
Bombeiros Voluntários da Maceira
Bombeiros Voluntários da Marinha Grande
Bombeiros Voluntários da Nazaré
Bombeiros Voluntários da Ortigosa
Bombeiros Voluntários de Leiria
Bombeiros Voluntários de Pataias
Bombeiros Voluntários de Vieira de Leiria

CDOS de Leiria - Autoridade Nacional de Protecção Civil
Centro de Saúde da Marinha Grande
Cruz Vermelha Portuguesa - Delegação de Leiria
INEM
PSP da Marinha Grande

Meios disponíveis no exercício:
15 ambulâncias de socorro, um veículo urbano de combate a incêndios, dois veículos de combate a incêndios (6x6 e 4x4) da Base Aérea 5 (BA5), diversas viaturas de apoio e de transporte da BA5, dois veículos de socorro e assistência táctico (desencarceramento), um veículo de socorro e assistência especial, um veículo médico de emergência e reanimação (INEM), um veículo de intervenção em catástrofe (posto médico avançado do INEM), um veículo de comando e comunicações (ANPC), um veículo do SMPC, veículos da PSP, um veículo de comando táctico.

Isto foi o resultado de uma bonita manhã de sol na Marinha Grande, onde decorreu o GRANDEX 13. Uma nota especial para o Ten. Peixeiro  que foi o "actor" do piloto ejectado, à população interveniente e às autoridades pela execução do exercício. Fiquem bem, Jorge Ruivo

Fonte: Site do Município da Marinha Grande


"Durante a recuperação de 2 F-16, após mais uma missão cumprida,  eis que um bando de aves aparece na rota de um dos F-16,  a colisão foi inevitável devido à grande quantidade de pássaros. A aeronave perde motor e fica bastante danificada com os embates, o piloto ao deparar-se com esta emergência verifica que está precisamente por cima de uma povoação. Concluí que a perda da aeronave será uma realidade, no entanto consegue ainda manobrar o F-16 para um local aberto onde os danos causados serão menores, só então executa a ejecção. O F-16 despenha-se no Parque da Cerca na Marinha Grande, local onde algumas pessoas desfrutam de uma bela

manhã de sol, mas a tragédia é inevitável". Esta podia ser uma história trágica para a população da Marinha Grande, mas na realidade tratou-se apenas de um exercício, o GRANDEX 13, uma simulação de queda de uma aeronave militar, F-16, em meio urbano. O GRANDEX 13 é o primeiro exercício à escala real para testar procedimentos definidos no Plano Municipal de Emergência de Protecção Civil, que será coordenado pelo Serviço Municipal de Protecção Civil e que envolverá 16 serviços e agentes, de âmbito municipal, distrital e regional.O cenário do GRANDEX '13 simulará a queda de uma aeronave militar, F-16, em meio urbano e incluirá também outros acidentes que acontecerão na sequência da queda dessa aeronave, tais como acidentes rodoviários, pessoas feridas e/ou em pânico.
O cenério foi criado, a população aderiu ao evento, com bastantes marinhenses logo de manhã curiosos por ouvir tantas sirenes de ambulância, no parque da Cerca estavam espalhados diversas unidades dos bombeiros e protecção civil onde estavam os feridos, uma aeronave Fiat G 91 esteve montada no local bem como algumas carcaças de viaturas velhas simulando também um acidente com automóveis.
A Marinha Grande fica próximo da base aérea de Monte Real, os F-16 passam próximo, por isso o que se simulou hoje aqui serviu para a Câmara Municipal testar os procedimentos do Plano Municipal de Emergência de protecção civil, abordando o risco de um acidente aéreo, avaliar a estrutura municipal e os restantes agentes de protecção civil com responsabilidade de actuação no município.
Em Janeiro de 2008 estive presente numa realidade desta, a queda de um F-16 nas proximidades da Base Aérea de Monte Real, felizmente a habilidade do piloto resultou na queda do F-16 no Pinhal de Leiria, sem vitimas, mas não sabemos o dia de amanhã e é bom tentarmos estar preparados.
 
As entidades intervenientes no exercício:
Base Aérea nº 5 - Monte Real

Bombeiros Municipais de Leiria
Bombeiros Voluntários da Batalha
Bombeiros Voluntários da Maceira
Bombeiros Voluntários da Marinha Grande
Bombeiros Voluntários da Nazaré
Bombeiros Voluntários da Ortigosa
Bombeiros Voluntários de Leiria
Bombeiros Voluntários de Pataias
Bombeiros Voluntários de Vieira de Leiria

CDOS de Leiria - Autoridade Nacional de Protecção Civil
Centro de Saúde da Marinha Grande
Cruz Vermelha Portuguesa - Delegação de Leiria
INEM
PSP da Marinha Grande

Meios disponíveis no exercício:
15 ambulâncias de socorro, um veículo urbano de combate a incêndios, dois veículos de combate a incêndios (6x6 e 4x4) da Base Aérea 5 (BA5), diversas viaturas de apoio e de transporte da BA5, dois veículos de socorro e assistência táctico (desencarceramento), um veículo de socorro e assistência especial, um veículo médico de emergência e reanimação (INEM), um veículo de intervenção em catástrofe (posto médico avançado do INEM), um veículo de comando e comunicações (ANPC), um veículo do SMPC, veículos da PSP, um veículo de comando táctico.

Isto foi o resultado de uma bonita manhã de sol na Marinha Grande, onde decorreu o GRANDEX 13. Uma nota especial para o Ten. Peixeiro  que foi o "actor" do piloto ejectado, à população interveniente e às autoridades pela execução do exercício. Fiquem bem, Jorge Ruivo

Fonte: Site do Município da Marinha Grande

Sem comentários:

Publicar um comentário